APRESENTAÇÃO MONTRA DE LIVROS LEILÕES CONTACTOS
Pesquisa
Destaques
Última Actualização
Oportunidades
? A B C D E F G H I J
L M N O P Q R S T U V
Z
BRAGA TRIUNFANTE NA REAL ELEI?AO E SEMPRE GLORIOSA POSSE QUE O AUGUSTISSIMO PRIN [1742]
ALVARENGA (Manuel Jos? Correia e).- BRAGA // TRIUNFANTE // NA REAL ELEI?A?, E SEMPRE GLORIOSA POSSE, // QUE // O AUGUSTISSIMO PRINCIPE, // E // SERENISSIMO SENHOR // D. JOSEPH // Pessoalmente tomou do Arcebispado Primaz das // HESPANHAS // Em o dia 23. de Julho do presente anno de 1741; // OFFERECE, E DEDICA REVERENTE // MANOEL JOSEPH CORREA, // E ALVARENGA, // (...) // COIMBRA: // No Real Collegio das Artes da Companhia de JESUS, Anno de 1742. ?Com as licen?as necessarias. In-f?lio de 136 p?gs. E.
Interessante, rara e estimada obra da bibliografia bracarense, impressa em encorpado papel de linho, adornada de letras capitais de fantasia e v?rios cabe??es de enfeite e de remate em boas gravuras abertas em madeira. Com uma muito bela e monumental portada aberta a buril em chapa de cobre que tem como principal motivo a fachada da S? de Braga. (assinada D. F [Debrie?]). Da ?Licen?a do Sancto Officio? assinada por Fr. Caetano de S. Thom?s e Fr. Bernardino de S. Rosa: "Examinamos este Po?ma, e nelle admir?mos hum Cysne, que principiou a cantar logo na flor de seus primmeiros annos, pouco depois de nascer, com mais do?ura, e armonia, que os outros decantados do lago Averno, dos rios Meandro, e Caystro pouco antes de morrerem. (...) A fonte de Batres, que tanto celebr?ra? os Po?tas, parece, que inda corre pela eloquente lingua deste erudito Professor das bellas letras, levando por crystaes a do?ura, e facilidade admiravel dos seos numeros com a elegancia suave do seu estilo na prosa, que anima a formosa Dedicatoria ao Serenissimo Principe das Hespanhas, e Augusto Her?e do seu Po?ma (...)". Diz Pinto de Matos no ?Manual Bibliogr?fico': "(...) Consta o livro de 38 pag. de dedicat?ria, que ? uma boa historia de Braga, e as restantes um poema em 2 cantos em oitava rima, com argumentos, terminando com a Ora??o recitada pelo Vereador da Camara no acto da posse, alguns sonetos e licen?as." Para al?m das ?Dedicat?rias' do autor: "Ao sempre Augusto Principe e Serenissimo Senhor D. Joseph, Arcebispo Primaz das Hespanhas, e Senhor de Braga" [p?gs. 5 a 38] e "Ao M. R. P. M. D. Francisco Monteiro da Companhia de Jesus, Reitor do Collegio de S. Paulo da mesma Companhia na Cidade de Braga", do ?Poema' e dos respectivos ?Argumentos' dedicados aos seus dois ?Cantos', no final v?m ainda: a "Ora??o que na Gloriosa entrada, e Feliz posse do Sempre Augusto Principe, e Serenissimo Senhor D. Joseph nesta sua Cidade de Braga recitou o Vereador mais velho do Senado da Camara Joseph de Coimbra, e Andrade."; os sonetos "De Francisco de Pina, e de Mello, Mo?o Fidalgo da Casa de Sua Magestade, e Acad?mico da Academia Real em louvor do Auctor"; "Do Beneficiado Rodrigo Joseph de Faria, Bacharel formado na faculdade dos Sagrados Canones em louvor do Auctor"; "Do mesmo Rodrigo Joseph de Faria, Ao mesmo assumpto"; "De Joam Velloso da Gra?a. Louvando a obra do Auctor"; um Romance Heroico "Do Padre Joachim Simpliciano do Canto, Academico Canonista na Universidade de Coimbra amigo, e c?discipulo do Auctor"; e dois ?Epigramas', "In Laudem Auctoris Per Michaelem Martinz de Araujo" e " "In Auctoris Gratiam Joannes Velloso da Gra?a"; finalmente as respectivas ?Licen?as' de que destacamos uma datada de 21 de Dezembro de 1741, assinadas por Fr. Caetano de S. Tom?s e Fr. Bernardino de S. Rosa, licen?a acima que parcialmente transcrevemos.
Encaderna??o contempor?nea, em carneira.
Ref: 12308
€ 300.00
Copyright © 2019 Livraria Manuel Ferreira Política de Privacidade Perguntas Frequentes