APRESENTAÇÃO MONTRA DE LIVROS LEILÕES CONTACTOS
Pesquisa
Destaques
Última Actualização
Oportunidades
? A B C D E F G H I J
L M N O P Q R S T U V
Z
CONTAGIO SAGRADO OU HISTORIA NATURAL DA SUPERSTI?AO [1839]
[NOGUEIRA (Joaquim Ant?nio) (Trad.)] ? [HOLBACH (Paul Henry Thiry) [Baron de].? O CONTAGIO SAGRADO, OU HISTORIA NATURAL DA SUPERSTI??O. Lisboa 1839. Na Typographia Lisbonense. 2 vols. In-8.? de 153-I e 152-II p?gs. E. em 1.
"'Sr. Visconde'.? N?o me tenho esquecido de que a ultima vez que nos vimos, entre varias coisas de que fall?mos, foi uma d'ellas a antipatia que tantos homens illustrados da nossa na??o tem actualmente ? religi?o: n?o me esquece tambem a surpresa que a V. E. causava, o encarni?amento com que elles procurav?o destruir um systema, bem que incapaz de conter os sabios, ao menos vantajozo por adequado para sugeitar a multid?o a modificar as paix?es dos ignorantes. Contentei-me ent?o de responder em globo, que com um pouco de reflex?o se veria de um modo evidente, que a religi?o era como a caixa de Pandora, da qual tinh?o sahido todos os males que afligem a ra?a humana (...) Eu tivera podido, sem duvida, dar muito maior exten??o a esta obra, expondo grande numero de factos para provar minhas opini?es, mas uma pessoa t?o versada na historia como V. E., n?o tem necessidade de que se entre em analizes enfadonhas, m?rmente quando o que l? digo me parece sufficiente para o desenganar das preocupa??es, e erros que t?o prejudiciaes s?o ao genero humano. A religi?o que em todos os paizes do mundo se tem feito o objecto da maior importancia, ? a verdadeira causa da ignorancia, da escravid?o, das extravagancias, e corrup??o dos homens, e se a nossa ilha afortunada goza de liberdade, e outras vantagens de que est?o privadas outras na??es, deve-se isso aos exfor?os de nossos antepassados, que ao menos diminuir?o em parte o poder, e a influencia que a supersti??o exercia sobre n?s. (...)". [excerto de uma carta do autor, publicada a t?tulo de ?apresenta??o']. Diz Inoc?ncio que "Esta vers?o foi publicada sem o nome do traductor. Sendo accusada pelo ministerio publico, por abuso de liberdade de imprensa em materia religiosa, foi julgada affirmativamente pelo tribunal do jury competente, e como tal mandada supprimir e arrestada. Escapou todavia a maior parte dos exemplares, que continuaram a vender-se mais ou menos descobertamente, havendo s? da parte dos editores a cautela de fazerem substituir os antigos rostos por outros, com a indica??o de 'Madrid' em vez de Lisboa". Assinale-se que o exemplar que descrevemos apresenta os primitivos frontisp?cios. No ?Dictionnaire des Ouvrages Anonymes' diz Barbier sobre a edi??o dita de Londres (Amsterdam, M.-M. Rey), 1768 [Contagion (la) sacr?e...]. "Cet ouvrage est r?ellment de la composition du baron d'Holbach. C'est pour se soustraire, lui et ses amis, ? tout genre de d?sagr?mens qu'il a annonc?, dans l'avertissement, l'avoir traduit de l'anglais de Jean Trenchard et de Thomas Gordon. (...)".
Encaderna??o ? antiga, com a lombada em material imitativo da pele. Carminado ? cabe?a e com ligeiro aparo das margens.
Ref: 20163
€ 200.00
Copyright © 2019 Livraria Manuel Ferreira Política de Privacidade Perguntas Frequentes